Posts

Túnel para congelamento rápido

Freezers, Froster, Eurotek spiral, Spirale, Seafood

A utilização do Túnel para congelamento rápido esta prevista na legislação vigente e se da após um elaborado processo de fabricação e embalagem dos espetinhos para festa, sendo que o processo de congelamento é fundamental para manter inalteradas as propriedades nutrícias e a aparência do produto, bem como estender a sua validade para consumo.

A segurança alimentar é tão importante a ponto de  de ter diversas legislações especificas para o setor, como estas:

  • Resolução RDC nº 216/MS/Anvisa, de 16/9/2004, dispõe sobre regulamento técnico de boas práticas para serviços de alimentação, a fim de garantir as condições higiênico sanitárias do alimento preparado e segurança alimentar;
  • Resolução RDC nº 275/MS/Anvisa, de 21/10/2002, que estabelece diretrizes para os Procedimentos operacionais padronizados – POP e Roteiro de inspeção;
  • Portaria nº 1.428 / MAPA de 26 de novembro de 1993, determinando os Regulamentos técnicos sobre inspeção sanitária, Boas práticas de produção e/ou prestação de serviços e Padrão de identidade e qualidade na area de alimentos;
  • Portaria CVS 6/99 do Centro de Vigilância Sanitária da Anvisa;
  • Portaria CVS – 1 CVS–DITEP de 13 de janeiro de 1998 do Centro de Vigilância Sanitária da Diretoria do Centro de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde;
  • Portaria CVS-8, de 6/3/1996, do Centro de Vigilância Sanitária.

Existem pequenas variações na especificação técnica do Túnel para congelamento rápido, decorrentes do fato de haverem diversos fabricantes, entretanto mediante uma enquete entre eles foi possível balizar a especificação mínima aceitável, como segue:

  1. capacidade de congelamento: dada em quilos por hora e personalizada conforme a necessidade;
  2. tempo de congelamento: 1 hora é o tempo ideal de processo;
  3. temperatura final: atingir ao menos -30C;
  4. dimensão: o tamanho é customizado em consonância com a capacidade de congelamento;
  5. acabamento: o mais recomendado é o aço inox, entretanto o aço pré-pintado também é aceito;
  6. isolamento: a espessura mínima admissível é de 120 milímetros de poliuretano injetado;
  7. tipo de compressor: o mais empregado e o modelo hermético;
  8. condensação: habitualmente ela se dá a base de a ar ventilado;
  9. controlador de funcionamento: os melhores são os digitais e microprocessador;
  10. tensão: normalmente o Túnel para congelamento rápido funciona em 220 volts/trifásico.

Entre outras especificações de acordo com a sua necessidade e projeto.

Sempre consulte um especialista, engenheiro ou revenda de câmara frigorífica.  Faça uma consulta em nosso portal e procure um revendedor, engenheiros de refrigeração para obter mais informações e um projeto para o seu negócio.

Câmara frigorífica para açougue

Câmara frigorífica para açougue é indispensável na conservação das carnes em geral, destinada ao armazenamento das peças inteiras de carnes ou dos seus cortes e derivados, sejam elas originarias de bovinos, suínos, aves, ou qualquer outro animal.

A carne é um dos alimentos mais consumidos no mundo, ela esta presente em nossa mesa em quase todas as refeições, em ocasiões festivas ou eventos sociais, a carne e/ou seus correlatos ocupam uma posição de destaque, cabe a Câmara fria para açougue proporcionar as condições ideais para o seu armazenamento.

Esse tipo de estabelecimento(açougue) precisa de uma Câmara frigorífica para  de qualidade, que seja adequada para conservação da mercadoria que envolve o seguinte:

  • manutenção da temperatura adequada e estável;
  • preservação da umidade relativa;
  • conservação boa aparência do produto;
  • finalmente, manutenção das condições propicias para o seu consumo.

Esta orientação pratica explicita que a Câmara frigorífica para açougue deve ser adquirida respeitando as especificidades do local onde ela será instalada, desta maneira maximiza-se o aproveitamento do espaço disponível e amplia-se a sua eficácia de funcionamento, integrando-a adequadamente ao ambiente de trabalho.

Atente que a casa de carnes esta sujeita a uma rígida fiscalização por parte da ANVISA, então a Câmara fria para açougue e os outros equipamentos requeridos devem obrigatoriamente respeitar as normas sanitárias ditadas por esta agencia governamental.

Em síntese os componentes basilares da Câmara fria para açougue são aqueles elencados na sequencia, a saber:

  1. 01 jogo de modulo frigorifico: painel frigorífico do tipo desmontável;
  2. 01 peça de porta frigorífica: giratória ou corrediça;
  3. 01 jogo de equipamento de refrigeração: split system ou compacto frigorífico.

Alguns acessórios que se faz necessário para o seu projeto frigorífico.

  • cortina termoplástica;
  • tendal;
  • trilhagem;
  • estante em chapa para câmara frigorífica;
  • alarme de aprisionamento;
  • entre outros acessórios pertinentes a Câmara frigorífica para açougue.