,

Produtos para evitar danos ao meio ambiente

A Embraco é pioneira no uso de refrigerantes naturais que reduzem o impacto negativo à camada do ozônio e ainda economizam energia

Controlar a poluição industrial tem sido um desafio, mas também uma missão para grandes empresas no País, tendo em vista as consequências que afetam diretamente a vida das pessoas. Neste 14 de agosto, Dia do Controle da Poluição Industrial, o tema ganha ainda mais destaque.

Atenta a este cenário, a Embraco, multinacional com foco em soluções inovadoras para refrigeração, passou a usar refrigerantes naturais, como o propano (R290), em seus compressores e soluções de refrigeração há mais de duas décadas. Os refrigerantes naturais são inofensivos à camada de ozônio e colaboram de maneira significativa para a redução do consumo de energia.

Entre os exemplos de produtos desenvolvidos pela companhia com refrigerantes naturais, estão o Fullmotion, última geração de compressores de velocidade variável para freezers incorporados, e a unidade selada em refrigeração comercial Plug n’ Cool. Em soluções domésticas, destaque para o compressor Fullmotion X, que proporciona uma melhor preservação dos alimentos por causa da tecnologia de velocidade variável e consome até 40% menos energia.

Segundo o último relatório de sustentabilidade da companhia, se forem somados os compressores Fullmotion vendidos nos últimos dez anos, a economia de energia equivalente a 9 bilhões de KWh seria suficiente para abastecer a Croácia durante seis meses ou o Estado de Santa Catarina por quatro meses.

Para a Embraco, a sustentabilidade é uma veia que permeia todas as relações e processos, vai além do desenvolvimento de soluções e está presente também em toda a cadeia de valor, incluindo colaboradores e fornecedores.

Via Segs

Danfoss aborda soluções eficientes e sustentáveis para supermercados

 

Líder global no fornecimento de tecnologias que atendem à crescente demanda da cadeia produtiva de alimentos, eficiência energética, soluções favoráveis ao clima e infraestrutura moderna, a Danfoss participa da EuroShop 2017, principal feira global de varejo alimentar e que acontece entre 5 e 9 de março, em Düsseldorf, na Alemanha.

A Danfoss convida os visitantes para conhecer sistemas e componentes para a próxima geração de soluções de varejo alimentar. A empresa propõe uma vasta gama de tecnologias com o objetivo de criar supermercados sustentáveis e que melhorem também a eficiência operacional e energética. Os visitantes do estande da Danfoss na EuroShop 2017 terão a oportunidade de:

– Explorar racks de compressores com recuperação de calor, conversores de frequência e a nova tecnologia Ejector;

– Descobrir como o supermercado é transformado de consumidor para produtor de energia com uma nova unidade de recuperação de calor e conexão a smart grids locais;

– Conhecer como a digitalização e os controladores eletrônicos abrem novas oportunidades para o gerenciamento e manutenção preditiva de uma loja;

– Ver e experimentar o novo suporte do controlador que manipula até 300 variáveis de controle diferentes;

– Discutir com os especialistas da Danfoss se a melhor solução é o monitoramento remoto, o semi plug-in ou o plug-in.

“Com soluções inteligentes e integradas para compressores, vitrines refrigeradas, câmaras frigoríficas, HVAC, iluminação e conexões a grids externos, podemos provar economias de energia de até 50%. Com os nossos conceitos de Smart Store, demonstramos que lojas conectadas e sustentáveis não são um sonho futuro, mas sim soluções altamente viáveis e rentáveis hoje”, diz Henrik Schurmann, VP de Food Retail da Danfoss.

Foco na refrigeração de CO2 com Ejector – Um dos destaques apresentados pela Danfoss na EuroShop 2017 é a unidade de treinamento móvel para refrigeração com CO2. Os visitantes podem adquirir experiência prática em sistemas de CO2 e simulações de sistemas de refrigeração aperfeiçoados para CO2. A empresa mostra também a nova tecnologia Ejector, que traz soluções lucrativas com alta eficiência energética para climas mais quentes.

A Danfoss leva para a EuroShop 2017 a próxima geração do sistema de gestão da cadeia de frio, o Cool.it, que oferece monitoramento contínuo de toda a cadeia de valor na nuvem.

Fatos sobre Smart Store – O conceito Smart Store foi desenvolvido com base em mais de 30 anos de estreita cooperação com a comunidade global de varejistas de alimentos e mais de 80 anos na indústria de HVAC- R. A solução está sendo executada em mais de 8 mil lojas em todo o mundo e a economia comprovada chega a até 50% por loja.

Via Segs

,

Câmara frigorífica do setor alimentício pode ser protegida da corrosão.

Para resistir à corrosão, câmara frigorífica, nórias e gancheiras utilizadas por empresas do setor alimentício recebem uma camada de galvanização a quente no momento em que são produzidas. O problema é que com o passar do tempo, os metais perdem parcialmente esta camada protetora e ficam vulneráveis à ferrugem, já que na maioria dos casos não podem ser desmontados e transportados para um novo banho de galvanização a quente – que exige uma infraestrutura com temperatura acima de 450°C para a fusão do zinco.

De acordo com a fabricante de especialidades químicas Quimatic Tapmatic, a solução para estes momentos é a galvanização a frio, que além de não exigir mão de obra especializada, é fácil de aplicar com pincel, rolo ou lata aerossol.

“A galvanização a frio oferece a mesma proteção que a galvanização a quente, com a vantagem de permitir retoques ou proteção total no próprio local em que a estrutura metálica se encontra, ou seja, sem perda de tempo com desmontagem e locomoção das peças”, explica Marcos Pacheco, químico Sênior da Quimatic Tapmatic.

Segundo o profissional, da mesma forma que a galvanização a quente, a camada protetora da galvanização a frio resiste a temperaturas extremas de frio e calor.

Para garantir praticidade e alta qualidade na galvanização a frio, a Quimatic Tapmatic disponibiliza o CRZ. Ideal para aplicação em pontos de solda e todas as estruturas de ferro e aço que necessitam de extrema proteção anticorrosiva por estarem ao ar livre, enterradas ou submersas, o produto forma uma camada protetora que penetra na porosidade da superfície metálica, aumentando ainda mais a resistência à corrosão.

CRZ possui elevado índice de metal galvânico em sua composição (86%), resiste a temperaturas de -50°C a 250°C contínuos com picos de até 400°C e foi aprovado em teste de mais de 1.200 horas em câmara de névoa salina (salt-spray). A adesão ao metal é intensificada pela tecnologia “Lectrol”, exclusiva da Quimatic Tapmatic, que ativa a proteção catódica contra a ferrugem.

O produto está disponível em embalagens metálicas de 225 ml, 900 ml, 3,6 litros, 18 litros e latas em aerossol de 300 ml. Para mais informações sobre a solução da Quimatic Tapmatic para a galvanização a frio.

Via Segs

O GÁS FREON

O gás Freon-12, um importante item na refrigeração, foi descoberto no ano de 1931 pelo cientista Thomas Midgely Jr. O gás surpreendeu pelas suas incríveis propriedades criogênicas e passou a ser a alternativa ideal para a produção de frio.

O gás freon 12,  tornou-se então o gás de geladeira, em que circula por todo o circuito (compressor, válvula de expansão, evaporador, condensador). A partir de 1950 já era possível fazer gelo residencial, os alimentos congelados invadiram o mercado e passaram a percorrer o mundo.

Após um grande estudo sobre a sua eficiência, foi possível revelar um lado triste da história: o gás freon, uma vez disperso na alta atmosfera, é um dos principais responsáveis pela destruição progressiva da camada de ozônio. Hoje a maioria dos freon, foram substituídos por novas fórmulas, não contendo agentes prejudicais a camada de ozônio.

Sua Utilização:

  • R-401A 22/152a/124 . Aplicação: Ar condicionado doméstico, equipamentos novos. Substitui R22.
  • R-402A 125/290/22 . Aplicação:Refrigeração Comercial e idustrial, retrovit média e temperatura baixa. Substitui R 502.
  • R-134A Aplicação: Refrigeração doméstica, geladeira, média e temperatura baixa. Substitui R 12.
  • R-22. Aplicação:Câmaras Frigoríficas e Condicionamento de Ar.  ( em fase de substituição pelo R 401A.
, ,

Roll-up portas rápidas para câmara Frigorífica

Roll-up portas rápidas, que corre para um lado e outro em espiral, é a uma opção rápida e com sistema de abertura de rodinhas que produz melhorias visíveis nas temperaturas de conservação, principalmente em câmaras de congelamento.

As velocidades de abertura e encerramento, são extremamente superior. Permitir até 20.000 ciclos de abertura e fechamento em um ano, o  sistema de rodas em espiral garante a velocidade e frequência de uso.

O sistema, podemos descrevê-lo em um pouco inteligente. Estas portas rápidas para laminação a frio, contêm um sistema de rotação de vedação e porta projeto é dinâmico. Quando a folha de porta é fechada, move-se através de um mecanismo que aperta o batente da porta, de modo que o portão muito mais activo e de fecho é quase hermético, em combinação com um perfil adequado a este mecanismo .

Instalação da implantação rápida – as portas para o frio , é sempre feito no exterior (no lado quente) com um único fim de não usar ocorrer com base na temperatura.

Este tipo de rolo rápida – portas acima para o frio, pode incorporar um sistema de feixes de luz infravermelha para detectar objetos imagináveis mais ínfimo, que pode ser encontrado na linha de fechamento da porta, tornando-se uma das portas mais confiável, segura e funcional atualmente no mercado.

O sistema permite que ambos, se houver uma queda de energia, com uma unidade fácil de uma alavanca manual que se encontra na lateral, pode abrir a porta individual e independente. Lembre-se também de que você pode, por sua vez, implementar aberturas de instalações adicionais por laser, rendas, etc.

Em todas as juntas de contato, a incorporação de elementos de aquecimento, incluindo os perfis herméticos rotativos das ripas das portas, na grelha das tiras de contacto e os selos de borracha que estão sobre os lados, o que resulta, que pode ser mantido quente, as áreas de contato das juntas entre painéis, e a própria contra as paredes laterais e o piso em si porta.

Veja o video

 

 

,

Curso de refrigeração aplicada Danfoss

Danfoss oferece cursos gratuitos de refrigeração aplicada, em Osasco, e nos Senais em Porto Alegre, São Paulo e Goiânia.

Líder global no setor de refrigeração e tecnologias, atende a cadeia produtiva de alimentos, eficiência energética, soluções favoráveis ao clima e infraestrutura moderna, oferece cursos nas datas de janeiro e fevereiro das próximas turmas do curso de Refrigeração Aplicada, realizado no próprio laboratório da empresa e nos Senais Vila Canaã, em Goiânia; Oscar Rodrigues, em São Paulo; e Visconde de Mauá, em Porto Alegre.

O laboratório da Danfoss em Osasco (SP) receberá o curso de 16 a 20 de janeiro e de 13 a 17 de fevereiro, das 8h às 17h. Os Senais Vila Canaã (GO), Oscar Rodrigues (SP) e Visconde de Mauá (RS) sediarão o curso da Danfoss de 20 a 24 de fevereiro, das 8h às 17h. Com duração de 40 horas, o curso tem o objetivo de promover conhecimento teórico e prático sobre a área de refrigeração aplicada, formando, reciclando e certificando profissionais.

Os alunos recebem da Danfoss todo o material para participar do curso, como apostilas, jalecos, réguas de pressão e temperatura, catálogos, canetas e bloco de anotação. Ao final da iniciativa, os participantes recebem diploma fornecido pela empresa e estarão habilitados para prestar melhores serviços de instalação e seleção de componentes a instalações de refrigeração.

Confira a agenda de eventos Aqui!

Troféu Oswaldo Moreira 2016

O Troféu Oswaldo Moreira (16/06), premiação anual do setor de refrigeração, ar condicionado, ventilação e aquecimento promovida pela Revista do Frio, reuniu, pela 25ª vez, os profissionais e empresas que se destacaram por seus esforços em elevar a qualidade dos produtos e serviços oferecidos ao mercado nacional.

Tradicionalmente, a noite de realização do prêmio que leva o nome do fundador da publicação – empreendedor que participou ativamente da história do HVAC-R no Brasil, ajudando a fortalecer parcerias no ramo –, é também uma grande oportunidade de networking.

Conforme ocorre há mais de uma década, a votação nos três finalistas de cada categoria foi feita durante o encontro, com os convidados votando – por meio de computadores dispostos no local da cerimônia – nos melhores profissionais e empresas do setor. Nesta edição, o palco do evento foi o Centro Sociocultural da Apesp.

Confira, a seguir, os nomes dos vencedores do TOM 2016:

  • Personalidade da Indústria HVAC-R
  • Jocemar Costa (Midea Carrier)Personalidade do Comércio HVAC-R
  • Vinícius de Morais (Capital)Destaque da Indústria de Refrigeração
  • Harris-BrastakDestaque da Indústria de Ar-Condicionado
  • DaikinDestaque do Comércio Distribuidor de Ar-Condicionado
  • ZeonDestaque do Comércio Distribuidor de Refrigeração- Refrigás

Via Revista do Frio